Trump diz que, se eleito, irá encerrar ajuda dos EUA à Ucrânia

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , afirmou na segunda-feira (5), que irá desfazer a ajuda que os Estados Unidos oferece à Ucrânia caso seja eleito nas eleições presidenciais deste ano.

A promessa aconteceu após a divulgação de um texto mostrando os resultados de negociações sobre o tema no Senado. O documento fala sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia e Israel e Hamas . Para a nação ucraniana, está previsto US$ 60 bilhões (cerca de R$ 299 bilhões), para os israelenses, US$ 14 bilhões (cerca de R$ 69,7 bilhões).

O texto engloba ainda a reforma do sistema de imigração dos EUA, tema bastante discutido na campanha eleitoral. Segundo o documento, serão atribuídos US$ 20 bilhões (cerca de R$ 99 bilhões).

Para este projeto de lei ser aprovado, ele precisa passar pelo Senado e a Câmara dos EUA. Trump tem mais influência na Câmara Baixa, que é controlada pelos republicanos. Já o Legislativo é de maioria democrata.

Desde o início da guerra entre Rússia e Ucrânia, o Congresso gastou mais de 110 bilhões de dólares (cerca de R$ 548 bilhões). Neste ano, a maioria dos republicanos pretende cessar o gasto.

Donald Trump afirmou que se vencer o pleito de novembro, irá solucionar a guerra entre a Rússia e a Ucrânia “dentro de 24 horas”, sem dar maiores detalhes de como faria isso.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime