Rússia convoca embaixadora dos EUA para denunciar ‘ações subversivas’

O governo russo convocou nesta quinta-feira (7) a embaixadora dos Estados Unidos em Moscou, Lynne Tracy, para denunciar “interferência” americana em assuntos internos.

Na reunião, uma das exigências apresentadas foi que a embaixada deixe de apoiar cerca de três ONGs acusadas de fomentar “programas anti-russos” sob o pretexto de “intercâmbios educacionais e culturais”.

A conversa levantou uma ameaça de expulsão da sede diplomática americana no país após a Rússia acusar os EUA de “ações subversivas” e interferência em “assuntos internos”, alegando que houve uma tentativa norte-americana de intervir nas eleições presidenciais do país, que acontecem na próxima semana e apontam para mais uma vitória de Vladimir Putin.

De acordo com um comunicado divulgado pelo governo russo, esse comportamento seria “firme e resolutamente reprimido”, podendo desencadear como punição a “expulsão como ‘persona non grata’ dos funcionários da Embaixada dos EUA envolvidos em tais ações”.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime