O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) divulgou nesta quarta-feira (14) um alerta vermelho para temporal no litoral norte e Vale do Paraíba, em São Paulo, e sul e região metropolitana do Rio de Janeiro a partir da noite desta quarta.

Esse alerta é o terceiro e último da escala do órgão e significa sinal de grande perigo, quando poderão ocorrer fenômenos meteorológicos de intensidade excepcional.

Segundo o instituto, um ciclone subtropical está se formando em alto-mar, a sudeste da cidade de Arraial do Cabo (RJ), com deslocamento para leste e, em seguida, para sul/sudoeste. Por isso, o fenômeno deve provocar muita chuva na região já nesta quinta-feira (15), principalmente em Angra dos Reis e Paraty.

A expectativa é de precipitação superior a 60 mm por hora ou maior que 100 mm por dia e rajadas de vento superiores a 100 km/h. Podem ocorrer danos em edificações, corte de energia elétrica, quedas de árvores, descargas elétricas, alagamentos, enxurradas e grandes transtornos no transporte rodoviário, segundo o Inmet.

O temporal também deve provocar ressaca na faixa litorânea dos dois estados, com ondas que podem chegar a 3 metros de altura.

Para os moradores da região, o Inmet deu dicas de como agir em situações de risco: desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia; em caso de enxurrada ou similar, coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos; em caso de situação de grande perigo confirmada, procure abrigo e evite permanecer ao ar livre; e obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

SP TERÁ PANCADAS DE CHUVA E TEMPERATURA MAIS AMENA
Na capital paulista, a tendência é que os próximos dias sejam com clima semelhante ao visto nesta quarta-feira (14), com céu encoberto e pancadas de chuva isoladas, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) da Prefeitura de São Paulo.

A chegada de uma frente fria ao litoral paulista na noite de terça-feira (13) mudou o tempo no estado, aumentando o volume de chuvas e provocando estragos em vários municípios.

Até esta quarta, os dados do CGE mostravam que fevereiro tinha apenas 66,2 mm acumulados de chuva, o que representava 30,2% dos 219,1 mm esperados para o mês. Isso porque a característica da chuva deste verão tem sido a irregularidade, afirma Thomaz Garcia, meteorologista do órgão.

“Tivemos dezembro, que para nós é considerado mês de verão, com chuvas abaixo da média. Janeiro deu uma leve recuperada, com 10% a 15% acima da média, e agora fevereiro com chuva muito irregular. A previsão é que a semana que vem deve ter pancadas de fim de tarde, então segue a irregularidade. Não tem a perspectiva de ser [um período] muito chuvoso a ponto de recuperar a diferença da média mensal”, diz Garcia.

Embora o volume final possa ficar abaixo da média, Garcia alerta que os temporais típicos de verão podem provocar estragos, como os vistos na noite de terça para quarta, quando caiu um muro do cemitério do Araçá, na zona oeste de São Paulo, e vários municípios da região metropolitana enfrentaram alagamentos.

“São chuvas que não podem ser desconsideradas. Levam perigo e trazem rápidas formações de enxurradas, características do verão. Na terça fez um calor muito intenso, o que favoreceu o forte temporal ao encontrar com a frente fria”, afirma.

O meteorologista diz também que a mudança de tempo vai fazer com que a temperatura fique mais amena nos próximos dias, justamente por causa do tempo nublado e da chuva mais frequente.

“A temporada não passará dos 30°C. No fim de semana, a máxima será de 27°C ou 28°C. Na semana que vem, a temperatura ficará em torno disso”, diz Garcia.

Esta quinta-feira (15) terá predomínio de céu encoberto e chuviscos durante todo o dia, o que mantém o solo encharcado com potencial elevado para deslizamentos de terra. Para sexta (16) a previsão indica de céu encoberto a nublado, com poucas aberturas de sol no início da tarde.

O sábado (17) e o domingo (18) devem ser de sol entre as nuvens pela manhã, com pancadas de chuva isoladas à tarde e à noite, mesmo panorama dos dias seguintes.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime