Primeira semana do outono terá chuvas e temporais

A empresa MetSul alerta que a primeira semana do outono terá alto risco meteorológico no Sul e Sudeste do país, devido às chuvas intensas e temporais. Uma massa de ar quente, úmida e instável seguirá sobre o Sul do Brasil até quarta-feira (20), e também deve aumentar no Sudeste ao longo dos dias. No final da semana, uma massa de ar frio provocará a queda acentuada da temperatura.

Segundo o MetSul, o ar quente sobre a região pode gerar temporais isolados típicos de verão. Na quinta-feira (21), está previsto para iniciar uma nova frente fria, que ocorre quando o ar mais frio encontra o ar muito quente e úmido em sua dianteira, gerando nuvens de tempestade.

O evento começará no Rio Grande do Sul, provocando chuva forte a intensa na maioria das cidades gaúchas, com acumulados de 50 mm a 100 mm. O sistema frontal avançará para Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e os estados do Sudeste, encontrando a massa de ar quente durante a semana.

A atmosfera só mudará quando um sistema meteorológico, a frente fria, atuar sobre a área. Por isso, o calor persistirá.

No final da semana, uma massa de ar frio provocará a queda acentuada da temperatura no país. Espera-se que o evento, ocorrendo sobre o Oceano Atlântico na costa do Sul e do Sudeste, traga um intenso fluxo de umidade com correntes de vento do mar para o continente. A umidade vinda do mar deve provocar chuva muito forte em pontos da Baixada Santista e do Litoral Norte de São Paulo. O Rio de Janeiro também será afetado, principalmente entre os dias 22 e 24.

Confira a previsão do tempo para a terça-feira
O Inmet emitiu alertas de “Perigo” e “Perigo Potencial” devido à previsão de chuvas intensas e tempestades para esta terça-feira (19). A mancha laranja está espalhada pelas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sul, e tem duração até às 10h. No entanto, os fenômenos esperados são diferentes em cada área.

No Sul, uma tempestade deve atingir parte do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Pode haver chuva entre 30 e 60 mm/h, ventos de até 100 km/h e queda de granizo. Além disso, há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos.

No Nordeste, Centro-Oeste e Norte, são esperadas chuvas intensas em algumas áreas, com chuva entre 30 e 60 mm/h e ventos fortes. O Inmet alerta para risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

A mancha amarela abrange todas as regiões do país e tem validade até às 10h. As chuvas intensas devem ter entre 20 e 30 mm/h, ventos de até 60 km/h. Além disso, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime