A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no caso que investiga a falsificação do cartão de vacina. Além de Bolsonaro, o ex-ajudante de ordens e tenente-coronel Mauro Cid e o deputado federal Gutemberg Reis (MDB-RJ) foram indiciados. Essa é a primeira das investigações da PF contra Bolsonaro que avança para a fase de indiciamento.

O indiciamento aponta os crimes de associação criminosa e inserção de dados falsos em sistema público.O indiciamento é quando o órgão policial conclui que ha elementos suficientes de autoria de crimes e encaminha o caso ao Ministério Público, que decidirá se apresenta a denúncia à Justiça ou arquivará o caso.

A informação foi revelada pela jornalista Daniela Lima do G1, e confirmada à coluna por fontes ligadas à investigação.

Pelo Twitter, o ex-secretário de comunicação e advogado de Bolsonaro, Fábio Wajngarten, considerou “lamentável” o vazamento de informações à imprensa.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime