A CBF oficializou, nesta quarta-feira (10), a contratação de Dorival Júnior como novo técnico da seleção brasileira. Por meio de uma nota em seu site oficial, e entidade anunciou o treinador e informou que haverá uma coletiva de imprensa para apresentar o novo comandante, nesta quinta-feira, às 15h.

Na Seleção, Dorival Júnior terá a companhia dos auxiliares Lucas Silvestre (seu filho) e Pedro Sotero. Além disso, o preparador físico Celso Rezende também fará parte da equipe do treinador.

Dorival deixou o comando do São Paulo para assumir a Seleção no lugar de Fernando Diniz, demitido na última sexta-feira (05) após ter dirigido o time canarinho em apenas seis partidas. A CBF terá de pagar uma multa rescisória de cerca de R$ 4,5 milhões ao clube paulista.

Cenário turbulento
A CBF vive um momento de insegurança jurídica, já que Ednaldo Rodrigues havia sido destituído da presidência da entidade, mas retomou o cargo por meio de uma liminar concedida pelo STF (Superior Tribunal Federal). Mesmo diante deste cenário turbulento, Dorival aceitou o convite para se tornar o novo técnico da Seleção.

A Confederação Brasileira de Futebol pode passar por eleições presidenciais em breve. Ednaldo Rodrigues, portanto, pode não ser mais o mandatário da entidade num futuro próximo. Neste cenário, Dorival poderia perder o respaldo dentro da CBF. Ednaldo, porém, garantiu ao treinador que ele será mantido no cargo caso Reinaldo Carneiro Bastos seja eleito como novo presidente. O dirigente é o favorito para assumir o posto, caso Ednaldo deixe a confederação.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime