E os shoppings? Nos Estados Unidos, estão fechando as portas. Na década de 1980, na ‘Era dos Shoppings’, havia cerca de 2500 shoppings no país. Mas, agora, apenas cerca de 700 estão abertos. A tendência é que, em dez anos, restem apenas 150 shoppings nos EUA.

Os dados foram apresentados pelo presidente da empresa de consultoria de varejo SiteWorks, Nick Egelanian, ao The Wall Street Journal.

Explorando locais abandonados ao redor do mundo durante duas décadas, o escritor e fotógrafo Matthew Christopher teve esses shoppings fechados como foco de seus registros. “Quando as compras online cresceram, esfaquearam uma vítima que já estava sangrando. A pandemia e a inflação também não melhoraram a situação”, escreveu sobre essa tendência, em artigo para o portal Atlas Obscura.

Matthew resgatou que o primeiro shopping suburbano fechado foi o Southdale Shopping Center em Edina, Minnesota. Essa unidade foi construída em 1956 e era um sucesso na região. Com a expansão de centros comerciais na década de 1990, já se via uma ‘disputa’ maior por clientes, fazendo com que algumas unidades perdessem a força e acabassem encerrando suas atividades. Já nos anos 2000, shoppings do tipo acabaram ‘saindo de moda’, sendo ofuscados por grandes varejistas como o Walmart.

Mas, ainda há unidades que se reinventam e seguem se destacando, avalia Matthew. Alguns shoppings, por exemplo, passam a também contar com hotéis e centros comunitários em seus estabelecimentos.

Esse novo cenário, as vendas e o tráfego de pedestres em shoppings nos EUA aumentaram cerca de 10% em 2022, segundo estudo da Coresight Research.

Mesmo assim, “não há apostas seguras e os campeões do mercado de hoje poderão ser enterrados na poeira e nas sombras amanhã”, avalia o estudioso na área. “A ‘Era dos Shoppings’ como a conhecíamos acabou e muito provavelmente nunca mais se repetirá”, resume.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime