‘Acreditamos na democracia’, diz Zema após reunião com Lula

Após uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Brasília, Romeu Zema, governador de Minas Gerais , afirmou que os dois acreditam na democracia.

“O presidente, tanto quanto eu, somos democratas, acreditamos na democracia e divergência de opinião nós temos até com cônjuges, o que dizer então com os demais”, disse Zema.

Segundo o governador, o encontro foi “uma reunião tranquila” e “em prol do Brasil”.

“Eu disse a ele [Lula] que todos os prefeitos de Minas Gerais, inclusive os prefeitos do PT, de qualquer partido, são tratados com maior respeito pelo meu governo. Então nós estamos aqui em prol do Brasil, em prol de encontrarmos soluções para Minas Gerais, para melhorar o Brasil. Essas diferenças, enquanto nós estamos trabalhando, ficam de lado”, afirmou o governador.

Zema esteve em Brasília para tratar da dívida de Minas Gerais com a União. Ele e Lula também conversaram sobre os desdobramentos do rompimento da barragem em Mariana, em 2015. Segundo o mineiro, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, assegurou que a Secretaria do Tesouro Nacional irá apresentar ainda em março “uma proposta de aperfeiçoamento do atual regime de recuperação fiscal”.

Romeu Zema é um adversário de Lula, visto que ele participa de atos pró-Bolsonaro, como o do dia 25 de fevereiro na Avenida Paulista . Ele também é cotado para substituir Jair Bolsonaro, que se encontra inelegível até 2030, nas eleições presidenciais de 2026.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime